SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Segundo Dieese, salário mínimo deveria ser de R$ 3,6 mil

13/07/2018

Compartilhe:

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Departamento Intersindical de Economia e Estatística (Dieese), o salário mínimo, que atualmente é de R$ 954, deveria equivaler a R$ 3.682,67 em fevereiro.
Essa estimativa representa o valor do salário que atenderia as necessidades básicas de uma família, como estabelecido na Constituição: moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e Previdência Social. Além disso, também leva em conta o valor da cesta básica mais cara entre as 27 capitais.

Ainda segundo a pesquisa, o trabalhador que recebe o salário mínimo atual comprometeu, em fevereiro, 43,79% para adquirir os mesmos produtos que, em janeiro, demandavam 44,21% e, em fevereiro de 2017, 44,25%.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, em vista disso, a reivindicação da Contraf/CUT de 8% de reajuste é uma piada. O piso da categoria bancária, hoje, é de pouco mais de R$ 2 mil. Ao reivindicar um índice tão rebaixado, as perdas salariais acumuladas no governo FHC são esquecidas e os bancários não têm a recomposição que merecem.

Na realidade, diante da lucratividade dos banqueiros, a reivindicação até mesmo do piso do Dieese é pouco.

Notícias Relacionadas

Contra assédio e ameaças de demissão: Sindicato realiza mais um protesto em uma agência do Bradesco

Bradesco 29/06/2022

Bradesco, nos ouça! Sindicato protesta contra demissão de bancária portadora de deficiência auditiva

Bradesco 28/06/2022

Bancários esgotados: Mais de 5 mil trabalhadores pedem demissão em 4 meses

28/06/2022

Newsletter