SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Lockdown é eficaz para controle de Covid-19 em cidades do interior paulista, diz pesquisa

07/05/2021

Compartilhe:

Uma pesquisa da plataforma SP Covid-19 Info Tracker, da USP e UNESP, comprovou que o lockdown é eficaz no controle da pandemia de coronavírus. O estudo fez uma comparação da evolução de casos, óbitos e internações de Araraquara – única cidade do estado de São Paulo que aderiu ao lockdown rígido e interrupto, de 21 de fevereiro a 2 de março -, com São Carlos, Jaú, Dracena e Presidente Prudente.

Na primeira parte do estudo, a situação de Araraquara foi comparada a de São Carlos, pois os dois municípios são próximos —cerca de 50 km os separam— e possuem as características socioeconômicas e geográficas semelhantes, além de pertencerem ao mesmo (Departamento Regional de Saúde).

De acordo com a pesquisa, antes da implementação do lockdown em Araraquara, a cidade e São Carlos tinham índices epidemiológicos similares, mas quando a primeira iniciou o protocolo de isolamento, os índices passaram a refletir outra realidade, com taxa de transmissão menor, chegando a menos de 0,6. Já São Carlos, que inicialmente registrava índice de 0,7 superou 1,0.

Na segunda parte do estudo, os pesquisadores compararam outros municípios com Araraquara, estudando os números de mortes por 100 mil habitantes em Jaú, Dracena e Presidente Prudente, que não implementaram regime de lockdown rigoroso. Segundo os pesquisadores, como as cidades são de diferentes tamanhos, principalmente em número de habitantes, a comparação pelo número de mortes por 100 mil habitantes é mais fiel à realidade. Assim, foram observados três períodos: P1 (17/01 a 13/02), P2 (14/02 a 13/03) e P3 (14/03 a 10/04). Cada um deles possui quatro semanas epidemiológicas (no total, 28 dias).

Em Dracena, apesar da cidade implantar toque de recolher e fazer lockdown aos finais de semana, a incidência da P1 foi muito alta e a situação ficou descontrolada, ou seja, de acordo com o estudo, as medidas restritivas implantadas no município não foram suficientes para frear o avanço da pandemia.

Por outro lado, após o término do lockdown, implementado segundo período, Araraquara registrou uma redução de 52% nos novos óbitos entre o segundo e terceiro períodos, registrando a segunda maior queda apontada, estando apenas atrás de Jaú.

Jaú aderiu ao protocolo de isolamento apenas aos finais de semana, limitou o funcionamento de supermercados até as 20h, vetou a venda de bebidas alcoólicas após as 16h, limitou a ocupação nos ônibus a 30% da sua capacidade máxima e proibiu vendas pelo sistema drive-thru. A maior ocorrência de novos óbitos na cidade foi registrada em um intervalo de mais de um mês [25/01 e 10/3], coincidindo com o período em que a Santa Casa do município anunciou um colapso em seu sistema de saúde e ficou sem leitos de UTI Covid disponíveis. Além disso, no mesmo período Jaú também atingiu um número de óbitos por habitante maior do que Araraquara.  Nos casos de Presidente Prudente e São Carlos, houve aumento em todos os períodos.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, a pesquisa reforça o que a ciência tem dito há longos meses: os países e cidades que adotaram o lockdown puderam salvar milhares de vidas e deter o avanço acelerado da transmissão. Apesar disso, infelizmente, o presidente Bolsonaro, alguns governadores e prefeitos – como Suéllen Rosim, prefeita de Bauru -, são contrários a essa medida e continuam contribuindo para a elevação do número de mortos por Covid-19 e contaminados.

Na quarta-feira (5), Bolsonaro ameaçou editar um decreto contra as medidas de lockdown adotadas por governadores e prefeitos na tentativa de conter a disseminação do vírus em meio às mais de 400 mil mortes por Covid-19. Irresponsável!

O Sindicato segue apoiando o lockdown nacional com auxílio digno para que todos os brasileiros possam estar em suas casas protegidos da Covid-19 e da fome.

 

Notícias Relacionadas

Bancário que havia sido reintegrado em 2021 é demitido novamente pelo Bradesco

Bradesco 08/08/2022

Após vitória na Justiça, Sindicato começa a devolver contribuição sindical de 32 bancários que são vinculados a Ribeirão Preto

Banco do Brasil 05/08/2022

Sindicato intervém e exige fim das lives de venda de produtos durante atendimento dos caixas do BB

Banco do Brasil 05/08/2022

Newsletter