SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Emprego no setor bancário cai pelo terceiro mês seguido, aponta Caged

13/07/2022

Compartilhe:

Conforme o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região tem denunciado regularmente, o fechamento de postos de trabalho na categoria bancária segue aumentado, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O último levantamento, divulgado esta semana, mostra que foram eliminados 433 postos no setor durante o mês de maio de 2022. É o terceiro mês consecutivo onde o número de desligamentos supera o número de contratações nos bancos.

Ao todo, foram contabilizados 3.605 desligamentos no período, o maior desde outubro de 2021. Deste total, 56% foram demissões feitas pelo empregador sem justa causa, também o maior índice dos últimos 12 meses.

Pior, os novos bancários estão sendo registrados com um salário mensal 88,5% abaixo dos valores recebidos por quem deixou as instituições financeiras. Em média, o bancário que foi contratado em abril foi registrado com um rendimento mensal de R$ 5.403,87, sendo que o trabalhador desligado na mesma área recebia antes R$ 6.107,26.

A tendência, segundo a análise das informações do Novo Caged, também é o aumento da desigualdade de gênero no setor bancário, já que o número de desligamentos das mulheres tem sido maior e a maioria dos novos contratados são homens.

O problema do etarismo (que é definido como a discriminação, o preconceito e a aversão de trabalhador por conta de sua idade avançada) também pode ser diagnosticado nos dados, uma vez que houve diminuição de vagas em todas as faixas de trabalhadores com mais de 29 anos de idade. Já em relação aos bancários com menos de 29 anos, o setor bancário registrou ampliação de 936 vagas.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região esse aumento das demissões às vésperas da campanha salarial é uma afronta. Os banqueiros seguem ganhando como nunca, assim como demitindo.

Notícias Relacionadas

MPT pede que ex-presidente da Caixa seja condenado em R$ 30,5 milhões por assédio moral e sexual

Caixa Econômica Federal 04/10/2022

Bancária aposentada do Santander aceita acordo de R$ 40 mil para encerrar ação de horas extras

Santander 04/10/2022

Bancária da Caixa de Porto Alegre tem o rosto machucado após agressão de cliente

Caixa Econômica Federal 04/10/2022

Newsletter