SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

TRAGÉDIA: Senado aprova reforma da Previdência em segundo turno

23/10/2019

Compartilhe:

Em meio a uma realidade de desigualdade cruel, onde 10% dos trabalhadores mais humildes detêm apenas 0,8% da massa de rendimento mensal real do trabalho realizado no Brasil, estimado em R$ 201 bilhões em 2018, enquanto os 10% mais ricos concentram cerca de 43% desse montante, a proposta da reforma da Previdência foi aprovada ontem (22), por 60 votos a 19, em segundo turno no Senado.

A votação deverá ser retomada nesta quarta-feira, quando serão analisados os destaques.

O texto aprovado é perverso para a imensa maioria da população brasileira, que trabalhará até morrer, sem se aposentar. Há cerca de 13 milhões de pessoas desempregadas atualmente. Muitos brasileiros que possuem ocupação estão em situação precária, trabalhando na informalidade ou de forma terceirizada. Como essas pessoas irão se aposentar com as novas regras propostas pelo governo Bolsonaro?

As oportunidades de trabalho são cada vez mais limitadas e precárias, ainda mais nas regiões do Norte e Nordeste do País. Como essas pessoas conseguirão contribuir para a Previdência Social por tanto tempo? Segundo um estudo realizado pela Unicamp, com a aprovação da reforma da Previdência cerca de 4 milhões de pessoas serão empurradas para a pobreza, em um país com 55 milhões de pobres.

Para o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, a aprovação da reforma é o resultado de muita negociação e faz “justiça social aos mais pobres”. A pergunta que fica é: em qual realidade ele vive?

Notícias Relacionadas

“BB + leve”: Banco avança com transformação de agências em lojas e coloca em risco vida de bancários e clientes

Banco do Brasil 24/06/2022

SEXTOU: ARRAIÁ DO SINDBAR É HOJE! ESPERAMOS VOCÊS!

24/06/2022

VOTE “NÃO” na consulta pública sobre retirada de patrocinador dos fundos de pensão

24/06/2022

Newsletter