SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Santander não para de cobrar metas abusivas, mesmo com regional internado

20/05/2021

Bancos: Santander

Ilustração: vectorjuice/Freepik

Compartilhe:

Como se os brasileiros não estivessem enfrentando um momento excepcionalmente difícil, o Santander está intensificando a pressão sobre os empregados. Apesar da pandemia e da crise econômica, o banco está cobrando metas abusivas de todo mundo, via e-mails individuais.

O Sindicato dos Bancários de Bauru e Região não para de receber denúncias sobre esse abuso. Somente na manhã desta quinta-feira (20), por exemplo, já foram duas reclamações.

É revoltante saber que um dos regionais do Santander — o Cidnei Hagy, da Regional Bauru — encontra-se internado com Covid-19 numa UTI em São Paulo e que, ainda assim, o banco segue com sua velha política, como se nada estivesse acontecendo. Quanta desumanidade!

Há um outro regional afastado pela doença, além de bancários de várias agências, bem como diversos que perderam familiares. Até ontem, dia 19, o Brasil já tinha perdido 442.049 pessoas para a Covid-19, entre mais de 15,82 milhões de casos confirmados.

Para o Sindicato, está claro que o problema do assédio é institucionalizado, já que as denúncias mencionam não só a Regional Bauru, mas também a Regional Marília e o departamento responsável pelas contas de empresas.

Basta de desumanidade, Santander! Vergonha!

Notícias Relacionadas

Santander alcança lucro de R$ 12,9 bilhões em 2022

Santander 03/02/2023

PLR do Santander será paga dia 28 de fevereiro

Banco do Brasil 02/02/2023

Novo Regional do Santander envia cobrança de metas nos telefones pessoais dos empregados; Prática é proibida pela CCT e por liminar obtida pelo Sindicato!

Santander 13/01/2023

Newsletter