SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

Notícias

Número de mortos por Covid-19 na Caixa já supera ano anterior

02/03/2021

Bancos: Caixa Econômica Federal

Compartilhe:

No dia 19 de fevereiro, o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região divulgou uma reportagem informando que desde o início da pandemia, 40 bancários da Caixa Econômica Federal morreram vítimas da Covid-19. Agora, um novo levantamento detalha que o número de empregados do banco mortos nos primeiros dois meses de 2021 já supera todo o ano de 2020.

De acordo com o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, entre março e dezembro do ano passado, 19 bancários da Caixa perderam suas vidas. Ou seja, desde o começo deste ano, 21 trabalhadores morreram vítimas do coronavírus.

Apesar do levantamento não contabilizar o número de mortes de trabalhadores terceirizados do banco, estima-se o triplo dos bancários. O movimento sindical tem cobrado do banco informações sobre todos os funcionários vítimas da Covid-19, no entanto, a Caixa tem ocultado os números.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, dentre toda a categoria, os funcionários da Caixa são os mais expostos ao risco de contágio desde o início da pandemia. Únicos na linha de frente do pagamento do auxílio emergencial, os bancários e terceirizados da CEF estiveram mais expostos à contaminação. Além disso, o banco registra diariamente grande movimento de pessoas, filas enormes, aglomerações e falhas nos protocolos de segurança e higiene, fatores que facilitam a disseminação do coronavírus entre clientes e funcionários.

A entidade lamenta a morte desses 40 bancários e de todos os terceirizados que também foram vítimas da Covid-19. Muitos desses funcionários retornaram ao trabalho presencial a mando do banco, foram infectados e disseminaram o vírus aos seus familiares. Se a Caixa não tivesse essa postura irresponsável e negligente, muitas famílias não teriam enterrado seus entes queridos.

O Sindicato irá fortalecer a luta em defesa da vida dos trabalhadores do banco, cobrando da instituição medidas concretas de proteção e combate à Covid-19.


Apoio psicológico

Com a pandemia do coronavírus, as sensações de angústia, tristeza e ansiedade vem sendo vivenciadas por muitas pessoas. Com o intuito de oferecer acolhimento para que esses sentimentos não se transformem, por exemplo, em crises de pânico e depressão, e para ajudar no processo de autoconhecimento e cuidado com a saúde mental, o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região oferece atendimento psicológico gratuito aos bancários sindicalizados, toda segunda-feira, das 17h às 20h, com a psicóloga Ana Letícia San Juan.

Os atendimentos poderão ser presenciais (na sede da entidade) ou virtuais, dependendo da disponibilidade dos bancários de Bauru e região. Eles terão duração de 50 minutos e serão agendados de hora em hora, mas em caso de emergência, haverá tentativa de encaixe na agenda.

Para agendar um horário, ligue: (14) 3102-7270.

 

 

 

Notícias Relacionadas

Sindicato assina renovação do acordo da CCV sobre vale alimentação da Caixa

Caixa Econômica Federal 19/04/2021

Dinheiro da abertura de capital da Caixa Seguridade será usado para pagar dívidas

Caixa Econômica Federal 19/04/2021

Trabalhador não é especulador! Caixa incentiva empregados a comprem ações da Caixa Seguridade

Caixa Econômica Federal 16/04/2021

Newsletter