SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Migalhas: Fenaban propõe 8% de reajuste salarial aos bancários. Sindicato realiza assembleia às 18h desta quarta

31/08/2022

Compartilhe:

Durante mais uma rodada de negociação que avançou a madrugada desta quarta-feira (31), a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentou à Contraf-CUT novas propostas referentes às Cláusulas Econômicas da categoria, com índice de 8% de reajuste salarial para este ano e a inflação mais 0,5% para 2023.

Para a Participação nos Lucros e Resultados (PLR), os bancos propõem o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) na regra geral mais 13% na parcela adicional neste ano e o INPC para o ano que vem.

Já para os vales alimentação e refeição, o reajuste oferecido é de 10%, enquanto o índice de inflação dos alimentos está em 15,6%. O vale alimentação será de R$ 799,38 e o refeição de R$ 46,11. Além disso, haverá o pagamento da 14ª cesta alimentação em outubro, no valor de R$ 1.000,00.

Teletrabalho

Referente ao teletrabalho, a Fenaban ofereceu ajuda de custo de R$ 86,40 neste ano e o INPC em 2023.

Impasse nas pautas específicas

As negociações de pautas específicas do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal foram retomadas na manhã desta quarta-feira. O BB tem insistido em alterar os critérios de avaliação da Gestão de Desenvolvimento por Competências (GDP) para apenas um ciclo de avaliação. Atualmente, o ACT vigente estabelece que o funcionário poderá ser dispensado da função ou descomissionado com três ciclos de avaliação “consecutivos de desempenho insatisfatório”. O movimento sindical recusa a retirada de direitos.

Ultratividade

Com o fim da ultratividade, princípio que garantia a manutenção do acordo atual até a assinatura de outro, os bancos podem suspender todos os direitos adquiridos pelos bancários a partir desta quinta-feira, dia 1º de setembro, data-base da categoria.

Diante dessa situação, a expectativa é que assembleias que acontecem por todo o país nesta terça-feira aceitem a proposta da Fenaban. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, essas assembleias serão realizadas virtualmente, com apenas as opções “SIM”, ou “NÃO”, sem ao menos especificar toda Convenção Coletiva e acordos específicos do BB, Caixa e BNDES. Absurdo!!

Banpará

Enquanto a Contraf-CUT passou por mais de 18 mesas de negociação com a Fenaban até obter o reajuste rebaixado de 8%, os trabalhadores do Banpará (Banco do Estado do Pará) conquistaram 13% de reajuste salarial e 20% nos vales, durante a 6ª rodada de negociação da Campanha Salarial 2022.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região faltou empenho e luta da Contraf-CUT durante as negociações. A entidade irá realizar em sua sede, às 18 horas, assembleia para deliberar sobre essa proposta rebaixada. Enquanto os trabalhadores tem perdas salariais, com esses reajustes pífios abaixo da inflação, os banqueiros continuam a ter lucros bilionários, sem sequer valorizar aqueles que foram peça-chave para a conquista desses lucros. Inaceitável!

Participe! Compareça na rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro, Bauru.

Notícias Relacionadas

MPT pede que ex-presidente da Caixa seja condenado em R$ 30,5 milhões por assédio moral e sexual

Caixa Econômica Federal 04/10/2022

Bancária aposentada do Santander aceita acordo de R$ 40 mil para encerrar ação de horas extras

Santander 04/10/2022

Bancária da Caixa de Porto Alegre tem o rosto machucado após agressão de cliente

Caixa Econômica Federal 04/10/2022

Newsletter