SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Faltam funcionários, mas sobra assédio: Sindicato protesta contra assédio moral no Santander Duque, em Bauru

06/07/2022

Bancos: Santander

Compartilhe:

O Sindicato dos Bancários de Bauru e Região realizou um protesto nesta quarta-feira (6), denunciando o assédio moral que tem sido praticado contra os funcionários da agência Duque, do Santander, em Bauru.

De acordo com denúncias, uma parte dos funcionários são obrigados a fazer hora extra todos os dias, por conta da alta demanda de trabalho e quadro reduzido de empregados. Há trabalhadores que já somam mais de 100 horas extras para serem compensadas. Além disso, em virtude de não haver rodízio de trabalhadores no autoatendimento da unidade, os funcionários chegam a ficar em pé por 6 horas nessa função, sem comer e sem poder ir ao banheiro.

No protesto, o Sindicato lamentou os inúmeros casos de assédio moral que tem ocorrido tanto em bancos privados, quanto em bancos públicos, e evidenciou a necessidade de um combate efetivo contra a prática na categoria. Vale lembrar que uma das principais reivindicações da pauta produzida pela Frente Nacional de Oposição Bancária (FNOB), para a Campanha Salarial 2022, é o fim do assédio moral nas instituições.

Para o Sindicato, o problema de quadro reduzido de funcionários da agência Duque precisa ser solucionado com urgência, com mais contratações. Basta de sobrecarga de trabalho e desrespeito!

Notícias Relacionadas

À custa da exploração de seus funcionários e cobrança de juros abusivos, Santander lucra R$ 4,084 bi no 2º trimestre

Santander 29/07/2022

Acordo prevê maior prazo para banco de horas negativas no Santander

Santander 26/07/2022

Mesmo com vitória na Justiça, Santander não reintegra bancária adoecida que sofreu assédio moral e sexual

Santander 26/07/2022

Newsletter