SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

Notícias

Dia Mundial da Saúde tem atos em defesa do SUS e contra Bolsonaro

07/04/2021

Compartilhe:

Hoje (7), é o Dia Mundial da Saúde, uma data criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), para conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação da mente e do corpo. No Brasil, o dia será marcado por uma série de manifestações em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e contra a negligência e irresponsabilidade do governo Bolsonaro diante da pandemia de coronavírus.

Em diversos estados do país, manifestantes exibirão faixas e cartazes em defesa da saúde pública e cruzes em homenagem às vítimas do coronavírus. As manifestações serão rápidas por conta da pandemia e o distanciamento social será respeitado. Diversas entidades também irão participar do ato de forma virtual.

Além disso, também estão previstas transmissões ao vivo sobre o tema no Instagram do Conselho Nacional de Saúde (@conselhonacionaldesaude.cns) a partir das 10h e no canal da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) no Youtube, às 16h.

Amanhã (8), a Frente Pela Vida e os Conselhos de Saúde Nacional, Estaduais e Municipais irão entregar uma “Carta Aberta do Povo Brasileiro” ao Supremo Tribunal Federal (STF), solicitando o lockdown nacional e a vacinação de toda a população.

Quebra de patente das vacinas

Nesta quarta-feira, o Senado pode votar um projeto de lei que quebra a patente de vacinas para o enfrentamento da Covid-19. O objetivo da medida seria acelerar o processo de imunização de toda a população brasileira.

O Sindicato dos Bancários de Bauru e Região apoia a luta em defesa do SUS e contra o governo genocida de Bolsonaro. O SUS é o único sistema de saúde público do mundo que atende mais de 200 milhões de pessoas e em um país marcado pela desigualdades social e que já registrou mais de 330 mil mortes pela Covid-19, a importância da valorização desse sistema é fundamental para a garantia da vida dos brasileiros.

Na contramão dessa luta pela vida, está o presidente Jair Bolsonaro, que desde o início da pandemia de coronavírus, tem se posicionado de forma negligente e irresponsável: ignorando as mortes ocasionadas pela doença, incentivando aglomerações, defendendo tratamentos ineficazes e prejudiciais à saúde e atrasando a compra de vacinas.

O Sindicato repudia a postura de Bolsonaro e apoia a urgente imunização de toda a população brasileira. Segundo o último balanço da vacinação, divulgado na segunda-feira (5), 20.023.132 brasileiros receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19 e apenas 5.595.929 pessoas (2,64% da população do país) receberam a segunda dose. A nível internacional, o Brasil está atrasado na vacinação e a expectativa de imunizar toda a população até o final do ano está cada vez mais distante.

Basta! Fora, Bolsonaro!

 

Notícias Relacionadas

Sindicato recupera gratificação para funcionário do BB descomissionado durante afastamento por doença

Banco do Brasil 19/04/2021

BB, Itaú, Bradesco e Santander começam vacinação contra a gripe H1N1

Banco do Brasil 19/04/2021

Sindicato assina renovação do acordo da CCV sobre vale alimentação da Caixa

Caixa Econômica Federal 19/04/2021

Newsletter