SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

Notícias

Alta rotatividade: bancos demitiram quase 17,3 mil no 1º semestre

Mesmo repondo parte dos trabalhadores, o saldo é de 2.057 postos de trabalho fechados

Compartilhe:

Foram divulgados no último dia 30 os resultados da Pesquisa de Emprego Bancário (PEB) referente ao primeiro semestre de 2019. Realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a pesquisa mostra que, do início de janeiro até o fim de junho deste ano, os bancos fecharam 2.057 postos de trabalho no país.

O saldo negativo do setor bancário é resultado de 17.279 demissões e 15.222 admissões. Ao mesmo tempo, o Brasil como um todo registrou saldo positivo de 374 mil empregos com carteira assinada.

A análise por Setor de Atividade Econômica revela que os “bancos múltiplos com carteira comercial”, categoria que reúne bancos como Itaú, Bradesco, Santander e Banco do Brasil, foi responsável pelo fechamento de 1.658 postos no período, enquanto a Caixa Econômica Federal fechou 489 postos.


Faixa etária

A alta rotatividade é hoje um grande problema no setor bancário. Os bancos demitem os mais velhos de casa para empregar bancários mais novos, que ganham menos e não têm os problemas de saúde comuns à categoria após longo tempo de trabalho [leia mais sobre o assunto na página 4]. A prova disso é que a abertura dos postos bancários concentrou-se nas faixas entre 18 e 29 anos, enquanto acima de 30 anos todas as faixas apresentaram saldo negativo, com destaque para a faixa de 50 a 64 anos.

Onda de demissões

Segundo o Caged, desde 2013 o setor bancário eliminou 62,7 mil empregos. Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, essa nova onda de demissões está ligada ao crescente número de correspondentes bancários e ao encolhimento dos bancos públicos. “A rotatividade leva ao medo constante da demissão e, por consequência, ao adoecimento”, afirma Débora Amaral, funcionária do Itaú e diretora da entidade.

Notícias Relacionadas

Bancário do Santander sofre ataque de pânico após retornar de afastamento

Santander 06/12/2019

Sindicato denuncia falta de sensibilidade do banco

Santander tem de reintegrar lesionado

Santander 12/11/2019

REVOLTANTE! Santander demite funcionária sob tratamento oncológico

Santander 05/11/2019

Barbaridades fizeram o Sindicato decretar a morte do respeito aos funcionários no Santander

Newsletter