SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

TRT: imposto sindical do Arquivo do BB é de Bauru

Sindicato não pôde devolver o imposto para funcionários do Arquivo porque valores foram repassados para entidade de Ribeirão Preto

06/05/2019

Bancos: Banco do Brasil

Compartilhe:

O “imposto sindical” não existe mais – foi extinto pela reforma trabalhista de 2017. Como se sabe, o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região era totalmente contrário a esse imposto e devolvia a todos os trabalhadores, sindicalizados ou não, o dinheiro que recebia de repasse do governo (60% do total que era arrecadado entre os bancários da base).

Acontece que, em 2012, 2013 e 2014, os funcionários do Banco do Brasil lotados no “Arquivo” ficaram sem receber de volta os 60% do imposto. Isso aconteceu porque, nesses três anos, o BB repassou os valores do imposto para o Sindicato dos Bancários de Ribeirão Preto.

Esse repasse ocorreu porque, embora o Arquivo esteja localizado no município de Bauru, seus funcionários estão vinculados administrativamente à GENOP de Ribeirão Preto. Assim, os valores descontados por meio do imposto foram parar na conta do sindicato dos bancários daquela cidade, que não devolvia o imposto.

O Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, historicamente, sempre defendeu que é o local de trabalho da pessoa que determina a base sindical à qual ela está vinculada, e não sua lotação.

O banco já não pode mais recorrer da decisão. O processo está em fase de cálculo e o Sindicato espera realizar em breve a justa devolução do dinheiro aos bancários.

Notícias Relacionadas

Sindicato reivindica na Justiça direito de férias de 35 dias para egressos da Nossa Caixa com mais de 20 anos de banco

Banco do Brasil 27/06/2022

“BB + leve”: Banco avança com transformação de agências em lojas e coloca em risco vida de bancários e clientes

Banco do Brasil 24/06/2022

Terceirizada do BB é condenada após sumir e não pagar verbas rescisórias e FGTS de trabalhadora

Banco do Brasil 21/06/2022

Newsletter