SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Sindicato protesta contra atraso salarial de terceirados do BB

05/09/2019

Bancos: Banco do Brasil

Compartilhe:

Hoje, dia 5 de setembro, o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região fez um protesto em frente à Superintendência Regional do Banco do Brasil, localizada na quadra 7 da rua Primeiro de Agosto, para denunciar os problemas de duas empresas contratadas pelo banco, uma de limpeza e uma de vigilância.

A terceirizada de limpeza, que presta serviço nas agências Primeiro de Agosto e Shopping e também nas duas unidades de arquivo do BB, está pagando incorretamente os salários e os vales alimentação e transporte – ou paga com atraso, ou paga valores inferiores aos que foram prometidos aos empregados.

Já a empresa que presta serviço de vigilância em praticamente todas agências de Bauru, como a Primeiro de Agosto e Bela Vista, não pagou integralmente a PLR dos empregados. Além disso, alguns vigilantes não conseguiram sacar o Abono Salarial por problemas relativos à RAIS (Relação Anual de Informações Sociais), que é o conjunto de dados que as empresas fornecem ao governo.

Antes da reforma trabalhista de 2017, um trabalhador tinha a opção de cobrar seus direitos tanto da empresa que o empregava diretamente quanto da empresa tomadora do serviço, caso a primeira não cumprisse com suas obrigações trabalhistas. Agora, a empresa tomadora somente responde pelos créditos dos trabalhadores terceirizados que atuaram em seu benefício quando a empresa empregadora, acionada judicialmente, não paga o débito.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, a reforma trabalhista só serviu para diminuir os direitos dos trabalhadores e fragilizar ainda mais as relações trabalhistas, inclusive com a permissão da terceirização em atividades fins.

Notícias Relacionadas

Sindicato reivindica na Justiça direito de férias de 35 dias para egressos da Nossa Caixa com mais de 20 anos de banco

Banco do Brasil 27/06/2022

“BB + leve”: Banco avança com transformação de agências em lojas e coloca em risco vida de bancários e clientes

Banco do Brasil 24/06/2022

Terceirizada do BB é condenada após sumir e não pagar verbas rescisórias e FGTS de trabalhadora

Banco do Brasil 21/06/2022

Newsletter