SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Sindicato faz protesto para denunciar BB, que descumpre determinação da Justiça

19/08/2021

Bancos: Banco do Brasil

Compartilhe:

Na manhã desta quinta-feira (19), o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região realizou um protesto em frente à Superintendência Regional do Banco do Brasil para denunciar o descumprimento da liminar que proíbe o banco de suprimir a comissão de quem atuava como caixa.

Como se sabe, nos primeiros dias do ano o BB anunciou uma reestruturação que, além do fechamento de centenas de agências e de milhares de postos de trabalho, também previa a extinção da função de caixa executivo. A função foi extinta em fevereiro, o que significa que os caixas voltaram a ser escriturários e, com isso, tiveram perda salarial de mais de R$ 1 mil.

Desde então, a comissão de caixa é paga proporcionalmente aos dias em que o bancário atua na função — ou seja, não há mais ninguém atuando exclusivamente como caixa.

Durante o protesto, o Sindicato distribuiu moedinhas de chocolate à população, fazendo alusão ao fato de que, para o banco, o pagamento da comissão representa um gasto ínfimo, embora represente uma grande perda para quem deixou de ser caixa executivo. Além da comissão em si, a supressão da gratificação gerou perdas nas verbas referentes a férias, 13º salário e descansos semanais remunerados (DSR).

Justiça

Logo após o anúncio da reestruturação, o Sindicato ajuizou uma ação para evitar prejuízos aos funcionários — mais de 100 foram prejudicados na base territorial da entidade. O pedido de liminar foi negado pela 2ª Vara do Trabalho de Bauru, mas uma ação civil pública de abrangência nacional, ajuizada em Brasília (DF), teve o pedido deferido já em fevereiro.

O Sindicato habilitou-se juntou-se à ação exitosa, mas mesmo assim o Banco do Brasil tem se negado a restituir o pagamento da gratificação de função. Diante dessa demora, o Sindicato ajuizou uma ação de execução que já recebeu parecer favorável do Ministério Público do Trabalho (MPT). A audiência dessa ação ocorre nesta segunda-feira, dia 23.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, embora o BB queira acabar com a função, os caixas são imprescindíveis. Basta observar o tamanho das filas nas mais diversas agências. Além disso, a supressão da gratificação significa menos dinheiro em circulação na economia, que já anda combalida.

Cumpra a determinação da Justiça, BB! Restitua a gratificação de caixa para os que atuavam na função!

Notícias Relacionadas

Nota de falecimento: Luiz Alberto Hoshino, bancário aposentado do BB

Banco do Brasil 29/09/2022

Chega de assédio moral! BB de Avaré ganha festa do Sindicato após transferência de gestor

Banco do Brasil 23/09/2022

Sindicato conquista Cassi a aposentado oriundo do Nossa Caixa

Banco do Brasil 21/09/2022

Newsletter