SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

“SEM QUERER, QUERENDO”: Santander fecha mais uma agência em Bauru

27/06/2023

Bancos: Santander

O Santander encerrou as atividades da agência 4556, que era localizada na rua Rio Branco, n° 5-5, no Centro de Bauru (veja abaixo). O fechamento ocorreu no dia 16 de junho e já tem causado transtornos aos trabalhadores e clientes.

A agência passou por fusão com a unidade 0004, situada na quadra 6, também na Rio Branco. Apesar de todos os funcionários terem sido realocados para a 0004, eles ainda não estão definitivamente acomodados. Para acomodar os quase 70 funcionários que agora ocupam essa agência, o banco começou uma reforma no local no final de semana passado. A consequência disso, é que nem sistema há em todos os computadores.

Para protestar contra o fechamento da agência 4556 e contra a falta de respeito do banco em não preparar, previamente a outra unidade, o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região realizou no dia 26 uma manifestação em frente à 0004. No ato, que contou com a participação do personagem “Chaves”, a entidade criticou a maneira de “sem querer, querendo” o Santander sempre optar por decisões que prejudicam os trabalhadores e clientes da instituição.

A entidade também ressaltou que o fechamento da unidade não é justificável, visto que ela servia de “desafogo” aos clientes que procuravam atendimento na região. Aliás, com lucro líquido gerencial de R$ 2,140 bilhões no primeiro trimestre de 2023, a instituição realmente não possui motivos para reduzir o número de agências no Brasil. No entanto, no mesmo período em que alcançou tamanha lucratividade, fechou 100 agências e 42 PABs (Postos de Atendimento Bancário) no país.

Demissão em Avaré

Durante o protesto, o Sindicato também denunciou a demissão de uma bancária que atuava na agência de Avaré. A trabalhadora foi demitida sem justa causa e já está recebendo apoio do departamento jurídico da entidade.

Dois anos atrás, uma unidade do banco também foi fechada em Avaré. Em um primeiro momento, todos os funcionários da unidade extinta foram realocados em outra agência. Contudo, poucos meses depois, as demissões se iniciaram, em razão do banco não “precisar” de funcionários em funções que já eram ocupadas. O Sindicato espera que essa mesma situação não aconteça em Bauru.

Vale ressaltar que em 12 meses, o Santander teve um saldo positivo de apenas 561 postos de trabalho em todo o país, sendo que a maioria destas vagas são de trabalhadores terceirizados. Ao mesmo tempo, a base de clientes aumentou em 6,8 milhões, chegando ao total de 61,6 milhões no fim de março. Ou seja, o banco está agindo de maneira oposta ao o que é necessário, gerando sobrecarga de trabalho aos funcionários e precarização no atendimento aos clientes e usuários.

Fechamento da agência 4556 afeta não só os bancários e clientes, como também o comércio ao redor. Basta de fechamentos!

Notícias Relacionadas

Sindicato conquista na Justiça condenação do Santander por danos morais à ex-banespiana

Santander 23/05/2024

Sindicato conquista liminar determinando que Unimed autorize tratamento médico de bancária do Santander

Santander 22/05/2024

Sob justificativa de ação emergencial, Santander transfere gerentes Van Gogh de SP e do Rio para Superlinha

Santander 09/05/2024

Newsletter