SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Pente-fino no INSS prejudica adoecidos

24/01/2019

Compartilhe:

No último dia 18, o presidente Jair Bolsonaro assinou uma medida provisória cujo objetivo seria combater as fraudes no INSS. O governo pretende reavaliar 5,5 milhões de benefícios, e a expectativa é de economizar até R$ 9,8 bilhões somente neste ano.

Esse tipo de medida não é novo. Dilma e Temer tomaram decisões semelhantes, também com a desculpa de combate a eventuais fraudes. O agravante, desta vez, é a ampliação da política de premiação dos peritos do INSS a cada benefício cancelado. “Os peritos estão contando com essas bonificações como parte de seu salário”, afirma Maria Emília, diretora de Saúde do Sindicato dos Bancários de Bauru e Região. “O governo não vê a fraude como exceção, e sim como regra.”

No pente-fino do governo Temer, foi comum o cancelamento de benefícios pelo INSS e a posterior reversão desses cancelamentos pela Justiça. Ou seja: para o Sindicato (que ajuiza ações judiciais desse tipo), medidas como essa geram, na verdade, uma falsa economia.

Notícias Relacionadas

TRT reconhece dispensa discriminatória de um trabalhador que foi demitido após retornar de afastamento por Covid-19

07/07/2022

Abertura dos bancos aos sábados e domingos: PL 1043 voltará a ser debatido somente após o período eleitoral

07/07/2022

Caixa custeou obras da mansão de Pedro Guimarães

Caixa Econômica Federal 07/07/2022

Newsletter