SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Pela terceira vez, Sindicato solicita ao governador de SP a inclusão da categoria na prioridade de vacinação

24/05/2021

Crédito: Freepik

Compartilhe:

Nesta segunda-feira (24), o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região voltou a solicitar ao governo de São Paulo a inclusão da categoria bancária no grupo prioritário do Plano Estadual de Imunização contra a Covid-19.

A entidade já havia enviado a solicitação ao governador João Doria, em dezembro de 2020 e em abril deste ano. No final de 2020, a assessoria do governador chegou a responder o pedido, informando que ele seria enviado ao coordenador do Centro de Contingência da Covid-19, “para análise e providências cabíveis”. No entanto, após esse contato, não houve novas informações.

Na solicitação enviada hoje, o Sindicato reforçou que entende o critério do governo estadual em escolher para o grupo prioritário, trabalhadores que estão gravemente expostos ao risco de contágio, atuando nos chamados serviços essenciais, desde o início da pandemia. Desta forma, a entidade ressaltou que a inclusão dos bancários é correta e fundamental para que a disseminação do coronavírus entre trabalhadores, clientes e usuários dos bancos seja freada.

Além disso, o Sindicato reforçou que com a flexibilização da quarentena, a abertura do comércio e o pagamento do auxílio emergencial, a circulação de pessoas nas agências bancárias aumentou radicalmente, contribuindo para a piora nas aglomerações e na disseminação do vírus, e como consequência dessa exposição, milhares de bancários e terceirizados já foram infectados e dezenas já perderam a vida para a Covid-19.

“Reiteramos a solicitação da inclusão da nossa categoria no grupo de prioritários do Plano Estadual de Vacinação e reforçamos o caráter emergencial da medida. Sem a vacinação da categoria e com a terceira onda prestes a chegar, muitos desses trabalhadores e clientes de bancos poderão integrar a trágica estatística de óbitos no país”, finaliza o texto enviado ao governador.

O Sindicato espera que o governo de São Paulo conceda urgentemente um retorno positivo à categoria. Enquanto isso não ocorre, a entidade continuará na luta em defesa da proteção dos trabalhadores, reivindicando a todos os bancos o cumprimento dos protocolos de segurança e higiene.

Notícias Relacionadas

Sindicato participa de atos pela democracia, nesta quinta-feira (11)

11/08/2022

Dia do Bancário: Feijuca do Sindicato acontece no dia 28. CONVITES LIMITADOS!

11/08/2022

Corpo de Bombeiros notifica Bradesco da Ezequiel Ramos por irregularidades

Bradesco 11/08/2022

Newsletter