SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Para aprovar reforma, Bolsonaro libera mais de R$ 3 bilhões em emendas

15/08/2019

Compartilhe:

Mais uma vez, a aprovação da reforma foi obtida através de uma vergonhosa política de toma-lá-da-cá.

Na semana da votação em primeiro turno, Bolsonaro já havia liberado R$ 2,5 bilhões para as emendas parlamentares. Agora, na tarde em que ocorreriaia a votação em segundo turno, o governo publicou uma edição extra do Diário Oficial da União com um projeto de lei para liberar mais R$ 3 bilhões em verbas extras, para que os ministérios consigam pagar emendas parlamentares.

Uma verdadeira compra de votos de deputados, com o compromisso de liberação de verbas parlamentares.

O texto do projeto de lei faz um remanejamento orçamentário, o que significa que o governo vai cancelar gastos em outras áreas. Ou seja: deputados vão poder utilizar recursos para fazer campanha em suas bases eleitorais enquanto Bolsonaro vai seguir anunciando cortes de gastos em áreas fundamentais para a população, como saúde e educação.

Vale lembrar que o Supremo Tribunal Federal foi acionado quando da primeira liberação das verbas, já que parte delas não teve autorização legislativa para acontecer.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, a reforma da Previdência só está sendo aprovada por conta do fisiologismo dos parlamentares. “Os deputados sabem o mal que essa reforma vai causar à maioria dos brasileiros, e vão usar as verbas para tentar compensar a má impressão perante seus eleitores”, afirma Priscila Rodrigues, diretora da entidade.

Notícias Relacionadas

TRT reconhece dispensa discriminatória de um trabalhador que foi demitido após retornar de afastamento por Covid-19

07/07/2022

Abertura dos bancos aos sábados e domingos: PL 1043 voltará a ser debatido somente após o período eleitoral

07/07/2022

Caixa custeou obras da mansão de Pedro Guimarães

Caixa Econômica Federal 07/07/2022

Newsletter