SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Filas aumentam e demanda por teleconsulta disparam com alta de casos de Covid-19

24/01/2022

Bancos: Banco do Brasil

Compartilhe:

A Associação Brasileira de Empresas de Telemedicina e Saúde Digital alertou, no último dia 23, que a demanda por atendimento via telemedicina para casos de Influenza e Covid-19 estão dobrando a cada 36 horas.

As consultas virtuais foram autorizadas de forma emergencial no Brasil durante a pandemia, entretanto ainda falta estrutura adequada para que os planos de saúde possam dar conta de todos os casos suspeitos que procuram ajuda médica, principalmente após a virada de ano.

O exemplo de um paciente que esperou por 12 horas em uma fila com mais de 4,9 mil pessoas chegou até a mídia. Na reportagem, o usuário conta que o aplicativo da sua operadora do plano de saúde travou e ele precisou esperar por mais 10 horas no dia seguinte para tentar o teleatendimento. Mesmo assim, quando chegou sua vez, o médico não apareceu e ele foi obrigado a ir pessoalmente ao hospital. Lá, recebeu a orientação que os planos só estão autorizando a testagem em casos de internação. Ou seja, mesmo pagando caro pelo serviço, o cliente não teve nenhum acesso ao médico ou ao teste para saber se ele, a esposa e o filho haviam contraído o novo coronavírus ou sua variante mais transmissível, a Ômicron.

O último levantamento demonstra que, entre o Natal e o Réveillon, a demanda por teleconsulta médica dobrou de 7 mil para 15 mil por dia. Depois da primeira quinzena de janeiro, a estimativa saltou para cerca de 50 mil teleatendimentos diários no país. Todos relacionados somente aos casos de influenza ou Covid-19.

Na categoria bancária não é diferente. Os casos de Covid-19 cresceram tanto que a fila de telemedicina da Cassi (Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil), na última sexta, dia 21, chegou a ter uma espera de 1.270 pessoas (ver foto). Um absurdo!

Diante do cenário, o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região volta a orientar que todos reforcem os cuidados em relação a prevenção da doença, utilizando máscaras de qualidade, evitando ao máximo aglomerações e fazendo uso constante de álcool em gel.

Notícias Relacionadas

Nota de falecimento: Luiz Alberto Hoshino, bancário aposentado do BB

Banco do Brasil 29/09/2022

Chega de assédio moral! BB de Avaré ganha festa do Sindicato após transferência de gestor

Banco do Brasil 23/09/2022

Sindicato conquista Cassi a aposentado oriundo do Nossa Caixa

Banco do Brasil 21/09/2022

Newsletter