SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

CONTRA A LEI! Santander convoca bancários de todo o país a trabalharem no sábado, dia 22

19/01/2022

Bancos: Santander

Compartilhe:

O novo presidente do Santander no Brasil, Mario Leão, convocou os funcionários de todo o país a trabalharem no sábado, 22 de janeiro. A atitude contraria a Lei 7.430 da CLT, que veda o trabalho da categoria aos sábados.

Sob o pretexto de ajudar os clientes a sair das dívidas neste começo de ano, o Santander lançou a campanha “Desendivida”. No material publicitário, que já está rodando canais de televisão e internet, o banco traz a presença de três vencedores de edições passadas do programa Big Brother Brasil, contando suas experiências após perderem o valor conquistado no reality, e promete “ajudar você a recomeçar”, com 60 dias na parcela de financiamento de imóveis  e automóveis e crédito para IPTU, IPVA e aluguel.

Por esse motivo, o Santander obriga seus funcionários a trabalharem em um dia estritamente de descanso, desrespeitando a jornada, a CCT da categoria e a própria legislação trabalhista, já que a Lei 7.430 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), conforme o artigo 224,  define “a duração normal dos empregados em bancos, casas bancárias e Caixa Econômica Federal será de 6 (seis) horas continuas nos dias úteis, com exceção dos sábados, perfazendo um total de 30 horas de trabalho por semana”.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, a medida é ilegítima e exploratória. Se não bastasse o banco demitir em massa diversos trabalhadores durante a pandemia, cobrar metas abusivas e praticar assédio moral, agora vai retirar o direito ao descanso aos sábados, conquistado pela categoria desde a década de 1960.

Além disso, não serão só os trabalhadores que serão prejudicados. Os clientes que caírem nos “encantos” da propaganda do Santander não irão solucionar suas dívidas, mas sim aumentá-las, já que o banco pretende trazer o público para que consumam mais produtos como seguros, cartões e abrir contas correntes (veja imagem abaixo).

O Sindicato já está montando uma ação contra a tentativa do Santander de passar por cima do direito dos bancários. A entidade também se coloca à disposição dos trabalhadores para esclarecer eventuais dúvidas e para receber denúncias sobre o caso: (14) 99868-4934.

Notícias Relacionadas

Bancária aposentada do Santander aceita acordo de R$ 40 mil para encerrar ação de horas extras

Santander 04/10/2022

Sindicato vence ação e bancária do Santander recebe quase R$ 400 mil por danos materiais e morais

Santander 29/09/2022

Assembleia sobre acordo aditivo do Santander e PPRS acontece nesta segunda, dia 26. Participe!

Santander 26/09/2022

Newsletter