SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Confira algumas das ações coletivas do Sindicato contra o BB

19/12/2018

Bancos: Banco do Brasil

Compartilhe:

Existem diversas ações coletivas do Sindicato dos Bancários de Bauru e Região contra o Banco do Brasil aguardando julgamento.

Em 2018, duas ações coletivas, uma contra o BB e outra contra a Previ, transitaram em julgado, convertendo-se em R$ 3,278 milhões pagos aos beneficiários – R$ 467,78 mil e R$ 2,81 milhões, respectivamente.

Veja a seguir algumas das quais ainda estão sob análise da Justiça.

* Fracionamento de jornada
Questiona a necessidade da contratação de horas extras antes do fim do expediente.

* Descomissionamentos
Tem por objetivo a incorporação da comissão de função para quem tem tem mais de 10 anos de gratificação.

* 7ª e 8ª horas para analistas e assistentes A e B
Para o Sindicato, analistas e assistentes são cargos técnicos e por isso deveriam ter jornada de seis horas, sem redução salarial.

* Desconto sindical
O BB não leva em consideração o local onde o trabalhador trabalha, mas onde está lotado, o que prejudicou a devolução do imposto sindical para determinados setores.

* Homologação no banco
Com a reforma trabalhista, o BB deixou de realizar homologações no Sindicato.

* Greve de 28 de abril de 2017
Consideramos a greve contra a reforma trabalhista legítima e por isso exigimos a reclassificação desta greve.

* Greve de Iacanga
Por um erro do banco, os dias de greve dos bancários de Iacanga não foram reclassificados no tempo correto, o que gerou um prejuízo salarial a eles.

* Gratificação BNC
O BB descontou dinheiro de parte dos egressos do BNC alegando ter efetuado um pagamento errado. Pedimos a devolução desse dinheiro.

* Perda de direitos (BNC)
A incorporação da Nossa Caixa rendeu perda de direitos a quem aderisse ao regulamento do BB.

* PCS 2013
Para fugir de ações judiciais, o BB mudou a nomenclatura e atribuição de alguns cargos ao criar o PCS 2013.

* Vale-alimentação para aposentados do BB e BNC
O Sindicato defende que quem entrou no BB/BNC antes de 1998 tem direito ao vale alimentação na aposentadoria.

* Cassi
A ação questiona alteração na Cassi sem que haja aprovação dos funcionários.

* Anuênio até 1998
Os bancários que entraram após 1998 deixaram de ter o direito ao anuênio previsto até então.

* Multa de 40% no PDV
Questiona se quem se desligou através de PDV tem direito ou não a multa de 40% do FGTS.

* Reajuste Economus
O plano de saúde do Economus aumentou de maneira abusiva seu plano para aposentados. Esta ação questiona esse aumento.

* Imposto de Renda sobre férias (Nossa Caixa)
No BNC, quando o trabalhador vendia dias de férias tinha de pagar IR.

Notícias Relacionadas

Sindicato reivindica na Justiça direito de férias de 35 dias para egressos da Nossa Caixa com mais de 20 anos de banco

Banco do Brasil 27/06/2022

“BB + leve”: Banco avança com transformação de agências em lojas e coloca em risco vida de bancários e clientes

Banco do Brasil 24/06/2022

Terceirizada do BB é condenada após sumir e não pagar verbas rescisórias e FGTS de trabalhadora

Banco do Brasil 21/06/2022

Newsletter