SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Cerca de 3 mil aderiram ao PDV do Bradesco

25/11/2019

Bancos: Bradesco

Compartilhe:

O segundo programa de demissão voluntária (PDV) da história do Bradesco teve um longo período de adesão: começou em 2 de setembro e terminou em 31 de outubro. De início, iria até 16 de outubro, no entanto, acabou sendo prorrogado.

O banco ainda não divulgou oficialmente o número de empregados que aceitaram as condições para serem desligados, mas, de acordo com uma reportagem publicada pelo Estadão no último dia 31, um total de 2.947 bancários já tinha aderido ao programa até o dia anterior ao seu encerramento.

Com isso, apesar dos 1,1 mil empregos criados nos 12 meses encerrados em setembro, o banco deve terminar o ano com saldo negativo.
Vale lembrar que, com o primeiro PDV, realizado há dois anos (após a incorporação das operações do HSBC no Brasil), o Bradesco conseguiu desligar cerca de 7,5 mil colaboradores.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, os grandes bancos brasileiros deveriam ampliar seu quadro de funcionários, já que a sobrecarga de trabalho é um dos principais fatores de adoecimento da categoria.

Notícias Relacionadas

Bradesco volta a demitir na base territorial do Sindicato dos Bancários de Bauru e Região

Bradesco 01/02/2023

Bancário adoecido que foi demitido pelo Bradesco é reintegrado

Bradesco 24/01/2023

Lei Padre Júlio Lancelotti, que proíbe estrutura hostil contra morador de rua, é promulgada; Bancos usam técnica

Bradesco 03/01/2023

Newsletter