SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Caixa divulga calendário de vacinação contra H1N1 e dá continuidade às negociações sobre condições de trabalho

06/04/2023

Bancos: Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica Federal anunciou que a campanha de vacinação deste ano contra a gripe (H1N1) irá começar no dia 17 de abril em diversos estados.

No dia 24, a segunda leva começa a ser aplicada nas próprias unidades do banco e a última, no dia 9 de maio. O banco fará um comunicado aos gestores das unidades com o calendário de vacinação. Por determinação do Ministério Público Federal, não há previsão de reembolso do valor aos empregados que optarem por realizar a vacinação em um local de sua preferência.

O anúncio foi dado no dia 4, durante mais uma reunião do Grupo de Trabalho sobre Condições de Trabalho, composto por representantes dos empregados e da CEF.

PCDs

Na reunião, a Caixa também apresentou um plano de adequação aos requisitos de acessibilidade e disse que tem uma meta de adequar 10% das agências com necessidade de adaptação ainda em 2023.

Representantes dos trabalhadores ressaltaram que é preciso garantir acessibilidade sem prejudicar os demais trabalhadores. Como exemplo, foi citada a nivelação dos pisos nos espaços destinados aos caixas e as gavetas de numerário, mudanças implementadas pelo banco no novo modelo com acessibilidade.

Além disso, foi solicitado que o banco reduza a jornada de empregados que sejam responsáveis por pessoas com deficiência (PCDs). A solicitação foi realizada com base na decisão concedida em dezembro pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que decidiu que servidores públicos municipais e estaduais que sejam cuidadores de pessoas com deficiência têm direito à redução de 30% a 50% da jornada de trabalho. O banco ficou de analisar o pedido e responder na próxima reunião.

Metas

Sobre cobrança de metas, os empregados levantaram a questão de como a Gestão de Desempenho de Pessoas (GDP) será substituída, já que a nova presidente do banco, Rita Serrano, afirmou que o programa será revisto.

Além disso, solicitaram um relatório com a quantidade e localidade de empregados afastados e os respetivos códigos de Classificação Internacional de Doenças (CID). Esse relatório tem grande importância para elucidar os motivos dos afastamentos e, assim, proporcionar um melhor direcionamento no combate ao o que leva esses tipos de adoecimento.

Outros pontos

A reivindicação de novas contratações foi pautada novamente, com destaque para real urgência da medida, já que a maioria das unidades do banco registram sobrecarga de trabalho.

Também foram reivindicadas a volta das pesquisas de satisfação dos empregados com o banco; e que as palestras e eventos sejam realizados em horário que facilitem a participação dos empregados.

A próxima reunião do Grupo de Trabalho sobre Condições de Trabalho ainda não foi agendada.

Notícias Relacionadas

Caixa registra lucro de R$ 2,9 bilhões no 1º trimestre, mas reduz 168 postos de trabalho

Caixa Econômica Federal 23/05/2024

Eleições Funcef 2024: Fabiana Matheus é eleita como suplente do Conselho Deliberativo

Caixa Econômica Federal 14/05/2024

Inundações no RS: Empregados da Caixa têm direito a adiantamento emergencial de até 10 salários

Caixa Econômica Federal 08/05/2024

Newsletter