SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Bolsonaro sofre derrota: Câmara rejeita e arquiva PEC do voto impresso

11/08/2021

Foto: TSE

Compartilhe:

Jair Bolsonaro sofreu uma nova derrota e desilusão, na terça-feira (10), a proposta de emenda à Constituição (PEC) para o retorno do voto impresso – tão sonhado pelo presidente – em eleições, plebiscitos e referendos, foi rejeitada pela Câmara dos Deputados.

Para ser aprovada, a PEC precisava de, no mínimo, 308 votos. No entanto, o texto elaborado pela deputada Bia Kicis (PSL-DF) teve o apoio de 229 deputados. Outros 218 deputados votaram contra a proposta, e um parlamentar se absteve. Ao todo, 448 votos foram computados.

Ao todo, 64 parlamentares (aliados ao governo) estavam ausentes, fato que contribuiu para a derrota de Bolsonaro. Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara o único deputado que não vota, afirmou após a votação que espera “que esse assunto esteja definitivamente enterrado”.

O projeto, que agora está arquivado, propunha a inclusão de um parágrafo na Constituição para definir a obrigatoriedade da expedição de cédulas físicas conferidas pelo eleitor nos processos de votação. Com a proximidade das eleições de 2022, amedrontado pela possível derrota, Bolsonaro tem afirmado – sem provas – que há fraude no sistema de votação por meio da urna eletrônica e tem atacado os ministros do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral.

Sobre a rejeição à PEC, Bolsonaro afirmou que o resultado foi reflexo de chantagem e medo de deputados sofrerem retaliações.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, a rejeição à PEC do voto impresso é de extrema importância para o combate ao retrocesso e processos antidemocráticos que o governo Bolsonaro tem tentado colocar em curso durante todo o mandato. Apesar disso, a entidade lamenta que 229 deputados tenham apoiado esse absurdo.

Notícias Relacionadas

Nota de falecimento: Luiz Alberto Hoshino, bancário aposentado do BB

Banco do Brasil 29/09/2022

Bancários alcançaram R$ 23.564,98 em verbas relacionadas à alimentação em 2022

29/09/2022

Sindicato vence ação e bancária do Santander recebe quase R$ 400 mil por danos materiais e morais

Santander 29/09/2022

Newsletter