SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Bancários aprovam pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2022

02/06/2022

Compartilhe:

Em assembleia realizada no último dia 24, no Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, foi aprovada a pauta de reivindicações da Campanha Salarial de 2022, que será entregue à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), ao Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. A entidade aguarda retorno das instituições para definir a data de entrega.

A pauta foi elaborada por dezenas de bancários no último Encontro da FNOB (Frente Nacional de Oposição Bancária), realizado entre 14 e 15 de maio, em Natal, Rio Grande do Norte.

Confira a seguir as principais reivindicações:

  • ÍNDICE DE 37%: 12% de inflação do período + 7% de aumento do patrimônio líquido médio dos bancos + 18% das perdas salariais
    comuns a todos bancos;
  • ACORDO ANUAL: O último acordo da categoria teve duração de 2 anos. Exigimos uma negociação anual!
  • GATILHO SALARIAL: Para evitar o achatamento salarial, já que os preços tem subido constantemente, é preciso implantar este mecanismo, para recompor o poder de compra a cada três meses;
  • VALES NO VALOR DO SALÁRIO MÍNIMO: Com a disparada da inflação, o poder de compra dos vale-alimentação e vale-refeição dos bancários se deteriorou. A FNOB defende o pagamento de um salário mínimo para o vale-alimentação e outro para o vale-refeição;
  • FIM DAS DEMISSÕES IMOTIVADAS: Defendemos a assinatura da convenção 158 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que proíbe demissões sem justo motivo, da qual diversos países já são signatários;
  • FIM DA TERCEIRIZAÇÃO;
  • AGÊNCIAS DAS 8h às 18h: O Sindicato defende a ampliação dos horários de atendimento das agências, com a contratação de mais bancários e a criação de dois turnos de trabalho;
  • CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES DOS BANCOS PÚBLICOS;
  • PLR LINEAR: 25% dos lucros líquidos devem ser divididos igualmente entre todos os bancários, sem distinção de cargos, já que todos têm responsabilidade na construção dos lucros;
  • PLANO DE CARREIRA CARGOS E SALÁRIOS: Os bancos privados têm condições de implementar planos de carreira, cargos e salários, valorizando os funcionários por tempo de serviço e oferecendo promoções baseadas em avaliações objetivas. Nos bancos públicos, é preciso definir critérios mais claros para promoções;
  • FIM DAS METAS E ASSÉDIO.

 

Notícias Relacionadas

MPT pede que ex-presidente da Caixa seja condenado em R$ 30,5 milhões por assédio moral e sexual

Caixa Econômica Federal 04/10/2022

Bancária aposentada do Santander aceita acordo de R$ 40 mil para encerrar ação de horas extras

Santander 04/10/2022

Bancária da Caixa de Porto Alegre tem o rosto machucado após agressão de cliente

Caixa Econômica Federal 04/10/2022

Newsletter