SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Bancária do Bradesco é agredida em Londrina (PR), em agência sem vigilância

10/06/2021

Bancos: Bradesco

Ilustração: upklyak / Freepik

Compartilhe:

Uma bancária do Bradesco foi vítima de agressão numa “agência de negócios” em Londrina (PR). De acordo com o sindicato dos bancários da cidade, a mulher foi arrastada pelos cabelos e jogada contra uma parede de vidro por um cliente “insatisfeito com o modelo de atendimento precário imposto pelo banco”. Ela já se encontra afastada do trabalho, com problemas psicológicos.

O modelo da “agência de negócios” é aquele que o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região já criticou muitas vezes, que não tem nem vigilantes e nem portas giratórias, deixando funcionários e clientes bem mais expostos a situações de violência.

Para o Sindicato, não apenas o agressor deve ser punido, mas também o banco, por não garantir a segurança dos empregados e, além disso, por estar promovendo demissões em massa, que certamente estão prejudicando o atendimento e enervando os clientes e funcionários, sobrecarregados de trabalho.

Os números mais recentes do banco, referentes ao primeiro trimestre, revelam que o Bradesco foi o mais agressivo no fechamento de postos de trabalho: nos 12 meses encerrados em março, eliminou nada menos que 8.547 empregos! Isso em plena pandemia, mesmo tendo se comprometido publicamente a não demitir. Vergonha!

Notícias Relacionadas

Confira as datas de pagamento da PLR dos bancos privados

Bradesco 13/09/2022

Sindicato realiza protesto na regional do Bradesco em Marília, após 5 demissões sem justa causa

Bradesco 08/09/2022

DEU NA IMPRENSA – “Fechamento de agências bancárias dificulta atendimento no centro-oeste paulista”

Bradesco 19/08/2022

Newsletter