SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

Notícias

Financiários tiveram reajuste de 8,9% este ano; reajuste dos bancários deve ficar em torno dos 10%

06/08/2021

Bancos: Outros

Imagem: Payungkead / Flaticon

Compartilhe:

Aproxima-se a data-base dos bancários (1º de setembro) e, conforme a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria, o reajuste salarial levará em conta o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado de setembro de 2020 a agosto de 2021 acrescido de “aumento real” de 0,5%.

Já os financiários, cuja data-base é 1º de junho, conheceram no dia 9 daquele mês o índice inflacionário acumulado de junho de 2020 a maio de 2021 (8,9%). Assim, os salários e as demais cláusulas econômicas da categoria, além dos valores de PLR, foram corrigidos com esse índice.

Para o Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região, como a inflação tem registrado altas consecutivas, o reajuste dos bancários deve aproximar-se dos 10%, contando com o “aumento real”. A título de comparação, os grandes bancos viram seus lucros crescerem até 90% no primeiro semestre.

Veja abaixo, na tabela elaborada pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, como ficaram os valores dos financiários a partir de junho:

Notícias Relacionadas

Hoje (25), Sindicato realiza assembleias sobre acordos de ponto eletrônico do Sofisa e de teletrabalho do Banco Votorantim e Banco BV

Outros 25/11/2021

Após pressão do movimento sindical, Mercantil aceita parar demissões em massa

Outros 22/11/2021

Mercantil do Brasil lucra R$ 190 milhões no 3º trimestre de 2021

Outros 22/11/2021

Newsletter