SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

Notícias

Finalmente! Fenaban vai apresentar proposta de protocolo para a pandemia

Compartilhe:

Na tarde da última segunda-feira (12), durante mais uma rodada de negociação com o Comando Nacional dos Bancários, a Fenaban “concordou em apresentar uma proposta de protocolo mínimo a ser adotado em todo o país”. É o que informa a presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Ivone Silva, que participou da reunião.

Segundo noticiou o sindicato da capital paulista, o comando reivindicou a suspensão das visitas a clientes, higienização semanal dos locais de trabalho, emissão de Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) aos bancários contaminados e relatórios sobre os trabalhadores que apresentam sequelas da Covid-19.

Além disso, voltaram a cobrar as reivindicações já apresentadas em reuniões anteriores. São elas:

  • ampliação do home office;

  • adoção de rodízio nas agências (com equipes se alternando semanalmente no trabalho presencial);

  • instalação de painéis de acrílico para atendimento a clientes;

  • distribuição de máscaras PFF2 (N95) e de face shield;

  • campanha de vacinação contra a H1N1;

  • empenho da Fenaban na inclusão da categoria bancária como um dos grupos prioritários no plano nacional de vacinação contra a Covid-19.

Sobre os pedidos apresentados no dia 12, a Fenaban afirmou que os bancos estão orientando os gestores a não mandar os subordinados a visitas e que a higienização semanal das agências pode ser incluída na proposta de protocolo mínimo de segurança; a questão da emissão de CAT “ficou de ser debatida na mesa temática de saúde”.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, a proposta vem muito tarde. Deveria ter sido apresentada no início da pandemia. Mesmo assim, continua sendo extremamente importante, já que o Brasil atravessa o pior  momento da crise sanitária.

Foi no dia da reunião (12) que o país registrou a maior média de mortes diárias por Covid-19 desde o começo da pandemia: 3.119. Até essa terça-feira (13), o total de óbitos registrados chegou a 358.718, e o de casos, a 13.601.566.

A falta de um protocolo único resultou em vários acordos aditivos por banco e em confusão entre os bancários, que ficaram sem entender por que cada banco age de um jeito frente aos casos de Covid-19 (home office, rodízio de funcionários etc.).

Notícias Relacionadas

Santander da Duque de Caxias volta a ser fechado após mais um caso de Covid-19

Santander 13/05/2021

Santander da Duque de Caxias e Cesav da Caixa são fechados após casos de coronavírus

Caixa Econômica Federal 06/05/2021

Em Bauru e Avaré, respectivamente, agências do Santander e do Bradesco são fechadas após casos de coronavírus

Bradesco 05/05/2021

Newsletter