SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Vergonha! Banqueiros economizam até na manutenção de ar-condicionado

Economia realizada pelos banqueiros afeta saúde e ambiente de trabalho dos bancários

Compartilhe:

(Foto: No dia 2 de janeiro, os diretores, Jacyntho, Alfredo, Pedro, Priscila e Wagner paralisaram a agência da Caixa Econômica localizada na Vila Falcão, em Bauru, que estava com o ar quebrado)

Em pleno verão, com os termômetros de Bauru e Região marcando mais de 30o, bancários sofrem com a falta de manutenção nos sistemas de ar-condicionado das agências.

Entre novembro de 2018 e já no começo de 2019, o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região recebeu diversas denúncias de trabalhadores que enfrentavam as altas temperaturas em pleno ambiente de trabalho devido à falhas no aparelho climatizador.

Sem a regulação da temperatura, da umidade, da limpeza e da distribuição do ar, os trabalhadores ficam desconfortáveis e até desidratados, assim como os clientes, que também estão com a saúde em risco, já que ambientes fechados como os bancos, podem proliferar vírus e bactérias.

Ao receber as denúncias, o Sindicato prontamente compareceu às agências e paralisou aquelas que não teriam o ar-condicionado consertado imediatamente, tendo como base a Norma Regulamentadora 17, que estipula que a temperatura do ambiente de trabalho deve ser mantida entre 20ºC e 23ºC. As NRs relativas à segurança e medicina do trabalho são determinações obrigatórias feitas pelo Ministério do Trabalho. Caso descumpridas, podem acarretar em punições para a empresa.

No dia 21 de dezembro, os diretores do Sindicato, Marcelo, Ana Paula e Roberval, estiveram no Banco do Brasil de Itaí acompanhando o conserto do ar-condicionado quebrado da agência.

Para o Sindicato é inadmissível que os bancos, que lucram bilhões através do árduo trabalho dos bancários e dos juros e tarifas cobrados dos clientes, demorem tanto no conserto ou troca dos aparelhos de refrigeração do ar. A infraestrutura do banco precisa estar constantemente preparada para qualquer problema.

Caixa Econômica Federal
O Sindicato protocolou na GILOG (Gerencia de Filial Logística) uma notificação pedindo solução para o problema crônico do ar-condicionado de Piraju. Há alguns dias, os bancários trabalham com ventiladores e ar-condicionado portátil para compensar a falta de solução do aparelho atual.

———————————————–

Bancários, não deixem de denunciar a situação da sua agência!

 

Notícias Relacionadas

Saúde Caixa: decaída na qualidade do atendimento e insuficiência de credenciados prejudica associados

Caixa Econômica Federal 30/11/2022

Ar condicionado não é luxo! Sindicato paralisa agência da Caixa do Altos da Cidade, em Bauru

Caixa Econômica Federal 30/11/2022

Caixa é condenada a pagar diferenças da PLR Social de 2020 aos empregados da base do Sindicato de Bauru e Região

Caixa Econômica Federal 28/11/2022

Newsletter