SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Toda solidariedade à vereadora Estela Almagro, ameaçada e insultada por um jornalista bauruense

28/09/2021

Foto Pittoli: Reprodução/ Redes Sociais

Compartilhe:

Em um ato covarde e inaceitável, no dia 23, o jornalista Alexandre Pittoli ameaçou e insultou a vereadora Estela Almagro, durante o programa Jornal da Manhã, da Rádio Jovem Pan News Bauru, transmitida pela Rádio 97,5 FM e pelo Youtube.

Na ocasião, Pittoli se demonstrava inconformado com a realização da reunião da Comissão de Fiscalização e Controle, a qual Estela preside, sobre as mais de 40 árvores da Praça Portugal que foram cortadas pelo governo Suellen Rosim. Ao contrário da vereadora, o jornalista apoiou a medida e criticou Almagro que apontou possível crime ambiental e improbidade administrativa.

De acordo com o boletim de ocorrência realizado pela vereadora, Alexandre se pronunciou de forma ameaçadora e atentatória à liberdade do seu mandato e integridade física, ao fazer “um trocadilho com o símbolo do Socialismo (foice e martelo)”, do qual ela é adepta, declarando que “luzes apagadas e uma foice na mão de cada um e a gente iria se livrar de algumas personalidades”. Além disso, Alexandre também insultou Estela, chamando-a de “vagabunda”.

A vereadora afirmou também no B.O que além de ameaça pessoal, as declarações caracterizam ameaça política. Diante dos fatos, foi realizada uma manifestação pela representação criminal e também uma representação à Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, por Pittoli ferir o Código de Ética da categoria em sua conduta ‘profissional’.

“Como mulheres, precisamos lutar o tempo todo para não sermos vistas como um fantoche, um enfeite na política, com uma cota necessária naquele espaço. As relações de poder machistas, construídas e sedimentados por séculos, se expressam nesse cotidiano de forma bastante cruel. É como se quisessem as mulheres fora dos espaços de poder. A violência pode vir de espaços do poder, da mídia, ou da sociedade. Em pleno ano de 2021, é inadmissível o ocorrido. Ameaçar a integridade e a vida de uma parlamentar, legitimamente eleita, para impedir seu trabalho popular livre, é mais que um crime e ato de misoginia: é atentatório ao artigo 326-B, Lei 14192/21 (4737/65) que prevê pena de reclusão de um a quatro anos”, declarou Estela em suas redes sociais.

O Sindicato dos Bancários de Bauru e Região se solidariza com a vereadora Estela Almagro e repudia os ataques covardes proferidos por Alexandre Pittoli, que visivelmente tentou intimidar e calar a representatividade da vereadora.

Justiça, já! Chega de violência contra as mulheres!

Notícias Relacionadas

Nota de falecimento: Luiz Alberto Hoshino, bancário aposentado do BB

Banco do Brasil 29/09/2022

Bancários alcançaram R$ 23.564,98 em verbas relacionadas à alimentação em 2022

29/09/2022

Sindicato vence ação e bancária do Santander recebe quase R$ 400 mil por danos materiais e morais

Santander 29/09/2022

Newsletter