SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Sindicato protesta contra demissão injusta de trabalhadora lesionada do Bradesco Nações

19/10/2018

Bancos: Bradesco

Compartilhe:

No dia 18, diretores do Sindicato dos Bancários de Bauru e Região realizaram um protesto em frente ao Bradesco Nações Unidas. Utilizando o caminhão de som da entidade, eles denunciaram a demissão sem justa causa de uma trabalhadora lesionada, com um histórico de doenças ocupacionais – ou seja, de doenças que só foram contraídas por causa do seu trabalho. A mulher tinha pouco mais de 32 anos de banco e o Sindicato já está pedindo à Justiça a sua reintegração. É a segunda demissão recente na mesma agência – apesar de que o Sindicato reverteu a primeira, pois a bancária estava grávida.

Curiosamente, a demissão ocorreu logo depois que a trabalhadora, fazendo jus ao seu direito constitucional de ajuizar uma reclamação trabalhista, processou o banco pedindo reparação material por seu adoecimento. Para isso, ela se valeu da sentença de uma ação coletiva ajuizada pelo Sindicato que condenou o Bradesco a pagar indenização de R$ 800 mil por danos morais coletivos. A Justiça reconheceu que o banco adoeceu dezenas de empregados por causa de problemas de ergonomia (mobiliário inadequado) e de gestão.

Ação coletiva

Em 2009, o Ministério Público do Trabalho (MPT), junto com o Sindicato, ajuizou uma ação trabalhista para descobrir as causas do alto número de trabalhadores lesionados do Bradesco. Para comprovar a existência desse problema, foram realizadas perícias nas agências do banco e entrevistas com os bancários.

Diretor Paulo Tonon protesta contra a demissão da bancária

Diretora Priscila pede a reintegração da trabalhadora demitida injustamente

 

Notícias Relacionadas

Contra assédio e ameaças de demissão: Sindicato realiza mais um protesto em uma agência do Bradesco

Bradesco 29/06/2022

Bradesco, nos ouça! Sindicato protesta contra demissão de bancária portadora de deficiência auditiva

Bradesco 28/06/2022

Em 5 anos, principais bancos do país fecharam mais de 4 mil agências

Banco do Brasil 21/06/2022

Newsletter