SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Nova presidente do TST defende MP 905

Maria Peduzzi também apoiou a reforma trabalhista

09/01/2020

Compartilhe:

Em entrevista publicada pela Folha de S.Paulo no último dia 16, a primeira mulher eleita para presidir o Tribunal Superior do Trabalho (TST), Maria Cristina Peduzzi, afirmou que “[a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT)] precisa de muita atualização”. Para a ministra, “a considerar a revolução tecnológica, a reforma [trabalhista, de Michel Temer] foi tímida.”

Maria, que foi eleita por seus pares – os outros 26 ministros do TST –, assumirá a presidência do tribunal no dia 19 de fevereiro, para um mandato de dois anos.

Questionada sobre a precarização do trabalho após a reforma trabalhista, a presidente do TST afirmou que “pode haver, sem dúvida”, mas defendeu veementemente os novos contratos de trabalho. Além disso, apoiou o trabalho aos domingos, afirmando que o mundo mudou e que “vamos acabar qualquer dia desses não distinguindo mais segunda de domingo”. Onde isso é bom?!

O Sindicato entende que novas leis precisam ser feitas para se adequar às novas tecnologias, mas os trabalhadores não podem ser prejudicados por elas.

Notícias Relacionadas

TRT reconhece dispensa discriminatória de um trabalhador que foi demitido após retornar de afastamento por Covid-19

07/07/2022

Abertura dos bancos aos sábados e domingos: PL 1043 voltará a ser debatido somente após o período eleitoral

07/07/2022

Caixa custeou obras da mansão de Pedro Guimarães

Caixa Econômica Federal 07/07/2022

Newsletter