SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Nível de confiança de Bolsonaro só cai

Reprovação de Bolsonaro é a pior entre os últimos presidentes após primeiro ano de mandato

10/12/2019

Compartilhe:

(Foto: 1 ano sem investigação sobre Queiroz e a família Bolsonaro)

Uma pesquisa do Datafolha divulgada no último domingo, 8, mostrou que o governo Bolsonaro é mal avaliado pela maioria dos brasileiros, já que recebeu dos entrevistados a nota 5,1 para o seu governo.

Além disso, a avaliação, que considera o governo ruim/péssimo (36%) segue maior do que quem avalia ele como bom/ótimo (30%); 32% consideram o governo regular e 1% não souberam responder.

A quantidade de fake news repassadas por Bolsonaro já abala a confiança dos brasileiros no que ele diz: apenas 19% confiam em suas declarações, 37% confiam às vezes, 43% nunca confiam, e apenas 1% não soube responder.

Sobre se o presidente se comporta de forma condizente com o cargo, apenas 14% aprovam sua postura e 28% entendem que ele nunca se comporta de maneira adequada.

De acordo com o Datafolha, a expectativa com o futuro do governo também sofreu queda. Em agosto, 45% esperavam uma gestão ótima/boa; agora, apenas 43%.

A pesquisa aponta ainda que 44% consideram o desempenho do governo na área econômica ruim/péssimo, 59% consideram políticas de combate ao desemprego ruim/péssimo e 50% também consideram ruim/péssimo a forma como o governo combate a corrupção.

A consequência de tudo isso é que, após um ano de governo, Jair Bolsonaro só é mais popular que Fernando Collor (23%). FHC, Lula e Dilma, tiveram desempenho bem superiores.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, a desaprovação crescente de Bolsonaro é reflexo da política de ataque aos direitos dos trabalhadores implementada desde o seu primeiro dia de governo, somada à constatação que a corrupção seguirá em seu mandato.

Notícias Relacionadas

Contra assédio e ameaças de demissão: Sindicato realiza mais um protesto em uma agência do Bradesco

Bradesco 29/06/2022

Bradesco, nos ouça! Sindicato protesta contra demissão de bancária portadora de deficiência auditiva

Bradesco 28/06/2022

Bancários esgotados: Mais de 5 mil trabalhadores pedem demissão em 4 meses

28/06/2022

Newsletter