SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

Notícias

Bolsonaro nega que governo tenha interesse em quebrar o monopólio da Caixa Econômica no FGTS

07/10/2019

Bancos: Caixa Econômica Federal

Compartilhe:

Atualizada em 08-10-2019

Ontem, dia 7, o jornal O Globo publicou uma reportagem informando que o governo federal quer aproveitar a Medida Provisória que libera os saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para reformular o acesso aos recursos do fundo e quebrar o monopólio da Caixa Econômica Federal.

Essa quebra de monopólio abriria às instituições privadas realizarem o antigo sonho de financiar com dinheiro do Fundo projetos de habitação, saneamento e infraestrutura.

No entanto, na tarde desta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro negou que o governo tenha interesse em quebrar o monopólio da Caixa. “Se o Congresso decidir quebrar o monopólio da Caixa, eu a vetarei segundo orientação da própria Economia”, afirmou Bolsonaro.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, permitir que os bancos privados usem o dinheiro do FGTS é enfraquecer a Caixa como banco público e permitir que os bancos privados lucrem ainda mais e, desse modo, usando dinheiro dos próprios trabalhadores.

Notícias Relacionadas

Sindicato vai denunciar desrespeito da Caixa à liminar que suspende a reestruturação

Caixa Econômica Federal 19/02/2020

Atenção, bancários da Caixa: não cedam à pressão!

Caixa Econômica Federal 18/02/2020

Reestruturação está suspensa e CEF não pode forçá-los a tomar decisões sem embasamento

CEF revogou o RH 151, mas juiz de Brasília garante direito à incorporação de função

Caixa Econômica Federal 17/02/2020

Decisão vale para base territorial da Contraf; Sindicato já faz parte da ação como litisconsorte

Newsletter