SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Financiários definem reivindicações para Campanha Salarial 2024

05/04/2024

Foto: Reprodução/Freepik

Representantes de sete federações de trabalhadores do ramo financeiro de todo o país reuniram-se na 7.ª Conferência Nacional dos Financiários, em São Paulo (SP), e aprovaram a pauta de reivindicações para renovação da CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) – onde estão clausulados todos os direitos e benefícios da categoria.

Em 2024, será prioridade conquistar o reajuste salarial a fim de garantir aumento acima da inflação, direitos e benefícios, além de melhorias nas condições de trabalho e saúde dos funcionários. O próximo passo será a aprovação da minuta em assembleias em todo o País, marcadas para os próximos dias 8 e 9 de abril.

Na Conferência, também foi aprovado o slogan da Campanha Nacional 2024: “Representatividade gera conquista — Aumentar a representatividade para garantir direitos e construir vitórias”.

Pauta de reivindicações

Os destaques da pauta de reivindicações são: propostas de reajuste dos salários com o INPC + 5% de aumento acima da inflação, reajuste diferenciado no VA (vale-alimentação) e no VR (vale-refeição) e aumento na PLR (Participação nos Lucros e Resultados), além da manutenção das cláusulas da atual CCT por dois anos.

Se aprovada, a minuta será entregue à Fenacrefi (Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento) a partir do dia 15 de abril, para posterior definição do calendário das reuniões de negociações para a renovação da CCT.

O Sindicato dos Bancários de Bauru e Região alerta os financiários que existe a inflação oficial e a inflação de mercado. Então, mesmo que se consiga reajuste do salário baseado na inflação, muitas vezes isso não significará vitória dos trabalhadores. Por isso, é preciso organizar a categoria para conquistar o melhor reajuste possível dentro do pedido rebaixado que a Contraf-CUT está fazendo na campanha salarial deste ano.

Principais pontos

  • Reajuste salarial e da PLR pelo INPC/IBGE auferido entre junho de 2023 e maio de 2024, mais aumento acima da inflação de 5%;
  • Aumento do valor da parcela adicional da PLR, com a proibição da compensação de valores dos programas próprios;
  • Aumento diferenciado nos vales alimentação e refeição pelo INPC de junho de 2023 a maio de 2024, mais 7% de aumento acima da inflação (cálculo que leva em consideração a inflação da alimentação fora de casa e domiciliar);
  • Manutenção de todas as cláusulas sociais garantidas pela CCT atual, com avanços e melhorias, como períodos maiores de estabilidade no emprego;
  • Cláusula de prevenção ao assédio moral e sexual;
  • Igualdade de oportunidades;
  • Vigência de dois anos da CCT – a convenção vigente tem validade de 1º de junho de 2022 a 31 de maio de 2024. A data-base (período do ano em que patrões e empregados representados pelos sindicatos se reúnem para negociar a CCT) da categoria financiária é 1º de junho;
  • Auxílio-transporte/auxílio-combustível para deslocamento noturno;
  • Vale-transporte com percentual diferenciado e mais vantajoso ao empregado;
  • Abrangência da CCT para todos os empregados que atuam em financeiras, prestadoras de serviços de crédito, administradoras de cartões de créditos, promotoras de venda e crédito, sociedades de crédito imobiliário, associações de poupança e empréstimo, empresas de arrendamento mercantil, entre outros;
  • Folga assiduidade de 5 dias por ano;
  • Definição de regras para o teletrabalho, incluindo ajuda de custo de R$ 500,00 por mês, a ser reajustado;
  • Garantia de as empresas concederem vacinas contra gripes e demais epidemias, a empregados e dependentes.

Notícias Relacionadas

Bradesco é condenado a pagar 7ª e 8ª horas à bancária que não exercia cargo de chefia

Bradesco 27/05/2024

Sindicato conquista na Justiça condenação do Santander por danos morais à ex-banespiana

Santander 23/05/2024

Caixa registra lucro de R$ 2,9 bilhões no 1º trimestre, mas reduz 168 postos de trabalho

Caixa Econômica Federal 23/05/2024

Newsletter