SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Empregos precários já superam contratações com direitos no governo Bolsonaro

04/05/2022

Foto: Roberto Parizotto

Compartilhe:

Apesar das comemorações realizadas no dia 1° de maio (Dia dos Trabalhadores), o Brasil governado por Jair Bolsonaro já possui mais empregos sem direitos básicos, como férias, licença saúde e aposentadoria, do que vagas com carteira assinada.

O último levantamento do PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), concluído em fevereiro de 2022, aponta que atualmente existem no país 46,2 milhões de pessoas em empregos sem carteira ou conta própria contra 44,9 milhões de empregos com carteira assinada ou estatutários.

Os números mostram também que as vagas precárias (sem direitos e carteira registrada) cresceram 7%, enquanto as vagas protegidas por lei (com carteira ou estatutário) aumentaram apenas 0,3%, entre 2019 e 2022. O estudo foi realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)

 

Desemprego e diminuição da renda

O governo Bolsonaro também é destaque quando se fala na diminuição da renda dos trabalhadores. O valor registrado em 2022 é o menor de toda a série histórica que teve início em 2012. Se comparado apenas com o ano passado, o valor do rendimento médio dos trabalhadores é 9,1% (ou R$ 242) menor que antes. Ou seja, além de incentivar o aumento das vagas precárias, a política do presidente ainda promove a inflação e a perda do poder de compra da moeda nacional.

Em relação ao desemprego, os índices também continuam assustando. São 12 milhões de brasileiros desempregados, além de 27,3 milhões de trabalhadores subutilizados e outras 4,7 milhões de pessoas desalentadas, aquelas que desistiram de procurar por uma recolocação no mercado de trabalho.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região é preciso que o próximo governo se comprometa em revogar a reforma trabalhista de Temer e institua a taxação de grandes fortunas no país para que a classe trabalhadora volte a ter direitos fundamentais.

Notícias Relacionadas

Nota de falecimento: Luiz Alberto Hoshino, bancário aposentado do BB

Banco do Brasil 29/09/2022

Bancários alcançaram R$ 23.564,98 em verbas relacionadas à alimentação em 2022

29/09/2022

Sindicato vence ação e bancária do Santander recebe quase R$ 400 mil por danos materiais e morais

Santander 29/09/2022

Newsletter