SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Em Bauru, CEF realocou quase todos os afetados pela reestruturação

16/03/2020

Bancos: Caixa Econômica Federal

Compartilhe:

O Sindicato dos Bancários de Bauru e Região segue acompanhando cada caso de perda de função e rebaixamento salarial dos funcionários da Caixa Econômica Federal que foram afetados pela reestruturação.

Felizmente, diferentemente do que vem acontecendo em outras partes do País, em Bauru quase todos os empregados afetados — aqueles lotados na Superintendência Regional (SR), na Gerência de Gestão de Adimplência (Gigad) e nas agências da cidade — já foram realocados.

Dessas realocações, uma parte foi realizada na cidade e outra em cidades vizinhas. O principal desafio do Sindicato é continuar acompanhando cada caso e lutar para que a parte dos realocados que tiveram rebaixamento de função não sofra também rebaixamento salarial.

Conforme o Sindicato informou em meados de fevereiro, a SR foi esvaziada (passou a ter apenas cinco empregados, em vez dos cinquenta que tinha). Já na Gigad e nas agências, diversas funções foram extintas.

Para o Sindicato, a reestruturação da Caixa foi propositalmente feita às pressas e às escuras.

“Faltou transparência e sobrou pressa por parte da empresa; mais uma vez, a Caixa faz uma reestruturação sem respeitar seu maior patrimônio: os funcionários”, afirma Alexandre Morales, funcionário do banco e diretor do Sindicato.

Judiciário
Durante a reestruturação, o Sindicato ajuizou ação coletiva que inclui um pedido de antecipação de tutela ainda não apreciado. Entre os pedidos, está a manutenção salarial para todos os afetados para a reestruturação.

O Sindicato já se habilitou em ação com liminar vigente da Contraf/CUT que prevê a incorporação salarial para quem tem mais de 10 anos de função.

Notícias Relacionadas

MPF aciona Justiça para que Caixa repare R$ 5 bilhões aos aposentados da Funcef

Caixa Econômica Federal 23/06/2022

Em 5 anos, principais bancos do país fecharam mais de 4 mil agências

Banco do Brasil 21/06/2022

TST reconhece direito de intervalo de 10 minutos à caixa executivo da CEF

Caixa Econômica Federal 08/06/2022

Newsletter