SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Cobrança abusiva de regional de Bauru do Bradesco é denunciada nacionalmente

22/03/2024

Bancos: Bradesco

A cobrança abusiva de metas praticada pelo gerente regional de Bauru do Bradesco tornou-se nacionalmente pública, nos últimos dias. O perfil “Banco do Barril”, que tem 248 mil seguidores no Instagram e denuncia irregularidades no setor bancário, publicou em seu stories o relato de um funcionário sobre o assédio sofrido pelos empregados (veja abaixo).

“Estamos sendo tratados como lixo pelos regionais e GG, como se o problema do resultado do banco fosse nosso. Principalmente vindo do Regional de Bauru, gestão jurássico, mas é disso que o Bradesco gosta, acabar com a sanidade de todos, esse aí só sabe humilhar tudo e a todos”, lamentou.

O Sindicato dos Bancários de Bauru e Região já estava monitorando a conduta do regional antes mesmo da denúncia viralizar nas redes sociais. Segundo apurações da entidade, diariamente o regional fazia reuniões antes da abertura das agências, exigindo que os funcionários alcançassem as metas estipuladas. A cobrança também era feita via e-mail corporativo, solicitando o “compromisso” do funcionário por “força de vendas” (veja capturas de tela abaixo). Os resultados tinham que ser comprovados por fotos.

“Bons exemplos a serem seguidos”

Endossando a prática de assédio moral, o regional e seus assistentes além de cobrarem produção durante todo o expediente, também produziam e divulgavam através do e-mail, ranking demonstrando quais bancários estão com melhores e piores performances. A pontuação mensal era divulgada com o título: “Bons exemplos a serem seguidos”.

O mecanismo, que constrange o bancário, é proibido pela Cláusula 37 da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. “No monitoramento de resultados, os bancos não exporão, publicamente, o ranking individual de seus empregados”, determina.

MPT

O Sindicato repudia a conduta recorrente do regional e daqueles que obedecem suas ordens, mesmo ciente de seu teor irregular. A má-gestão na região de Bauru tem causado não apenas problemas de saúde entre os bancários, mas também tem levado muitos deles a solicitar demissão.

A entidade já entrou em contato com a diretoria do Bradesco e, caso a situação persista, uma manifestação será organizada e o Ministério Público do Trabalho será acionado.

Denuncie!

Denúncias de assédio moral ou qualquer outra irregularidade podem ser feitas pelo WhatsApp: (14) 99868-4934. O sigilo é garantido pelo Sindicato!

Stories no perfil “Banco do Barril” denuncia regional de Bauru

 

Notícias Relacionadas

Bradesco é condenado a pagar 7ª e 8ª horas à bancária que não exercia cargo de chefia

Bradesco 27/05/2024

Sindicato fecha Bradesco Agudos após disjuntor responsável pelo ar-condicionado queimar

Bradesco 07/05/2024

Bradesco lança campanha de vacinação contra gripe para funcionários após reivindicação de sindicatos

Bradesco 05/04/2024

Newsletter