SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

BB não quer negociar solução para a Cassi

02/10/2019

Bancos: Banco do Brasil

Compartilhe:

Representantes do movimento sindical reuniram-se com representantes do Banco do Brasil no último dia 25 para discutir a situação da Cassi, que está sob intervenção da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) desde 22 de julho.

Segundo o texto publicado pela Contraf, o banco disse “não” à reivindicação dos associados de reabrir negociações para solucionar o déficit da Cassi e afirmou que “os limites e as premissas permanecem inalterados” em relação à proposta de maio, que foi rechaçada pelos trabalhadores.

Pior: o banco ameaçou o funcionalismo com um “plano B” caso não haja consenso e a atual proposta seja novamente recusada, que consiste na busca de uma “solução no mercado” para garantir a assistência à saúde dos funcionários.

Assembleia
No dia 22 de outubro, a intervenção na Cassi completa 90 dias. Até lá, a diretora fiscal nomeada pela ANS vai exigir que a diretoria da Cassi apresente uma solução para o equilíbrio financeiro da instituição.

No dia 24, em assembleia realizada no Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, foi aprovado o pagamento de R$ 3 mil para um escritório de advocacia em Brasília apresentar um estudo sobre até onde pode chegar a intervenção da ANS e quais as obrigações reais do banco em relação ao plano de saúde. O custo do estudo é R$ 10 mil, e os sindicatos do MA, RN e Santa Maria (RS) também estão contribuindo.

Notícias Relacionadas

Reunião com diretoria do Economus no Sindicato termina sem nenhuma resolução

Banco do Brasil 01/07/2022

Sindicato ajuíza ação para que BB pague a multa fundiária e metade do aviso prévio aos aposentados que aderiram ao PAQ e PDE

Banco do Brasil 30/06/2022

Sindicato reivindica na Justiça direito de férias de 35 dias para egressos da Nossa Caixa com mais de 20 anos de banco

Banco do Brasil 27/06/2022

Newsletter