SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

Notícias

Banqueiros seguem lucrando muito em 2018

15/05/2018

Bancos: Banco do Brasil, Itaú , Santander

Compartilhe:

As discussões sobre a campanha salarial deste ano estão começando agora, praticamente juntas dos anúncios dos lucros do primeiro trimestre. Bradesco, Santander, Itaú e Banco do Brasil já divulgaram seus resultados, faltando apenas conhecer os números da Caixa Econômica Federal.

O que se vê é que o primeiro trimestre foi muito bom para os banqueiros. Que a campanha salarial seja boa também para os bancários.

Santander

O Santander lucrou R$ 2,859 bilhões no 1º trimestre de 2018, um crescimento de 25,4% em relação ao mesmo período de 2017.

O lucro obtido no Brasil representou 27% do lucro global que foi de € 2,054 bilhões, sendo o principal responsável por crescimento de 10,0%, em doze meses.

A holding encerrou o 1º trimestre de 2018 com 48.855 empregados, com abertura de 1.958 postos de trabalho em relação ao 1º trimestre de 2017. Em relação ao 4º trimestre de 2017, o saldo foi de 1.451 postos abertos. O número de agências cresceu em quatro unidade em doze meses.

O Índice de Inadimplência superior a 90 dias permaneceu estável no período, em 2,9%. As despesas com provisões para créditos de liquidação duvidosa (PDD) apresentaram alta de 9,0%, acompanhando o crescimento da carteira, totalizando R$ 3,3 bilhões.

Itaú
O Itaú obteve lucro líquido recorrente de R$ 6,419 bilhões no 1º trimestre de 2018, com crescimento de 3,9% em relação ao mesmo período de 2017.

O banco encerrou o mês de março de 2018 com 85.843 empregados no país, com abertura de 4.624 novos postos de trabalho em doze meses. Nesse total, estão inclusos os 2.897 trabalhadores do Citibank, que o Itaú comprou no fim de 2016.

Numa análise rápida, o saldo aparente é de que foram abertas 34 agências físicas e 16 agências digitais, mas, ao se considerar que 71 agências físicas do Citibank foram incorporadas ao grupo, vê-se que o saldo, de fato, é de 37 agências físicas fechadas em doze meses.

Banco do Brasil
O BB atingiu lucro líquido ajustado de R$ 3 bilhões no primeiro trimestre de 2018, crescimento de 20,3% em relação ao mesmo período de 2017.

No entanto, o banco cortou 1.983 postos de trabalho nos últimos 12 meses e fechou mais 270 agências no mesmo período, chegando a 4.159 em março de 2018.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região é um absurdo que em um período de crise financeira, onde o governo tenta impor retirada de direitos dos trabalhadores (reforma trabalhista e reforma da Previdência) como desculpa para o restabelecimento da economia, os bancos sigam lucrando e explorando tanto.

Notícias Relacionadas

Bancos seguem lucrando e ignorando as reivindicações dos bancários

Bradesco 31/07/2018

Santander, Caixa e BB lideram ranking de reclamações

Santander 18/07/2018

Bancos privados também têm reivindicações

Bradesco 29/06/2018

Newsletter