SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Bancários da Caixa terão que pagar 13° do plano de saúde, após acordo entre o banco e Contraf-CUT

18/10/2021

Bancos: Caixa Econômica Federal

Compartilhe:

Na última quarta-feira, dia 13, a Caixa e a Contraf-CUT chegaram a um acordo em relação ao novo custeio do Saúde Caixa: que todos os participantes do plano passem a pagar uma 13° mensalidade.

A proposta mantém o teto de gastos da Caixa de 6,5% com saúde. Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, a manutenção é um erro, afinal tira a responsabilidade do patrão de pagar pela saúde dos empregados. Com o teto, quanto mais os empregados forem vítimas de doenças (muitas delas causadas pela própria Caixa), mais serão vítimas também do aumento do custo do plano. Resultado: empregados cada vez mais doentes e mais pobres.

A desculpa para aceitar esse acordo, que ainda deverá passar por assembleia, é que o banco queria acabar com a proporcionalidade de 70/30 (70% do custo arcado pelo banco e 30% pelos participantes), com a solidariedade entre os participantes, com o pacto intergeracional e partir para a individualização total, implantando um sistema de mensalidades definidas a partir da idade e dos salários, encarecendo demasiadamente o plano para a grande maioria dos participantes.

Para o Sindicato, defender essa proposta sem sequer tentar organizar um calendário de lutas e resistência é apenas mais um capítulo da cumplicidade da Contraf-CUT com os ataques de todos os últimos governos aos bancários. O departamento jurídico da entidade vai estudar a minuta de acordo para ver se existe a possibilidade de alguma iniciativa legal.

 

Notícias Relacionadas

MPT pede que ex-presidente da Caixa seja condenado em R$ 30,5 milhões por assédio moral e sexual

Caixa Econômica Federal 04/10/2022

Bancária da Caixa de Porto Alegre tem o rosto machucado após agressão de cliente

Caixa Econômica Federal 04/10/2022

Sindicato reforça denuncia ao MPT sobre casos de assédio moral na Caixa

Caixa Econômica Federal 19/09/2022

Newsletter