SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Sindicato protesta contra demissões no Santander e Itaú de Santa Cruz do Rio Pardo

13/08/2021

Bancos: Itaú, Santander

Compartilhe:

O Sindicato dos Bancários de Bauru e Região realizou na manha desta sexta-feira (13), um protesto contra as demissões que ocorreram no Santander e no Itaú de Santa Cruz do Rio Pardo.

No Santander, uma gerente PJ (Pessoa Jurídica) que trabalhava há 5 anos no banco e estava em tratamento médico, foi demitida sem justa causa, em plena pandemia de coronavírus. Já no Itaú, uma bancária que atuava como gerente operacional e tinha 20 anos de banco, também foi demitida sem qualquer justificativa. As bancárias já estão recebendo apoio jurídico da entidade.

Com o carro de som, diretores do Sindicato protestaram contra as demissões em frente às agências e denunciaram aos clientes do Itaú as mais de 200 demissões de gerentes no começo do ano em todo o país, e aos do Santander, os 3.220 postos de trabalho eliminados pelo banco somente no ano passado.

Também foi ressaltado à população que no dia 28 de julho, o Santander, que havia assumido compromisso de não demitir durante a pandemia, foi condenado a pagar R$ 50 milhões após a realização de demissões em massa no período da crise sanitária.

A manifestação seguiu o protocolo de distanciamento social e foi acompanhada pela imprensa local (veja fotos abaixo e clique aqui para assistir a entrevista realizada pela IBTV).

Sindicato protesta em frente ao Itaú após demissão imotivada de bancária com 20 anos de banco. Ato contou com a participação de um malabarista, fazendo alusão ao esforço dos trabalhadores para dar conta de todo serviço

Notícias Relacionadas

À custa da exploração de seus funcionários e cobrança de juros abusivos, Santander lucra R$ 4,084 bi no 2º trimestre

Santander 29/07/2022

Acordo prevê maior prazo para banco de horas negativas no Santander

Santander 26/07/2022

Mesmo com vitória na Justiça, Santander não reintegra bancária adoecida que sofreu assédio moral e sexual

Santander 26/07/2022

Newsletter