SEEB Bauru

Sindicato dos Bancários e Financiários
de Bauru e Região

CSP

Notícias

Pesquisa comprova que Bolsonaro mentiu sobre lucros da Caixa

21/05/2021

Bancos: Caixa Econômica Federal

Foto original: Isac Nóbrega / PR

Compartilhe:

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) realizou um levantamento, a pedido da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae), sobre os lucros da Caixa Econômica Federal ao longo de quase duas décadas. A pesquisa confirmou que Jair Bolsonaro mentiu ao afirmar que o banco teve prejuízos durante o governo Lula.

No dia 12, durante um evento em Alagoas, Bolsonaro informou, ao lado de Pedro Guimarães, presidente da Caixa, que o banco tem obtido lucros em seu governo, mas que no de Lula, teve prejuízos. “A Caixa, com o ladrão de nove dedos, dava prejuízo. Agora, em nosso governo, traz mais do que lucros, traz benefícios ao povo brasileiro”, declarou Bolsonaro.

No entanto, a pesquisa do Dieese comprovou que em valores atualizados, a Caixa registra lucros desde 2003. O banco contabilizou lucro líquido acumulado de R$ 39,7 bilhões durante o governo Lula (2003 a 2010), de R$ 51 bilhões no governo Dilma (2011 a 2016) e de R$ 25,4 bilhões no governo Temer (2017 e 2018).

Já em em 2019 e 2020, durante o governo Bolsonaro, o lucro acumulado foi de R$ 35,1 bilhões. “Do lucro de R$ 22 bilhões (em 2019), aproximadamente R$ 15 bi são referentes à venda de ativos que a Caixa tinha, a exemplo de ações da Petrobras, do IRB [Instituto de Resseguros do Brasil] e do Banco Pan, entre outras”, explica Sergio Lisboa, economista do Dieese.

Ainda segundo o economista, dos R$ 13,1 bilhões de lucro líquido registrados pela Caixa ano passado, R$ 5,9 bilhões foram resultado de recursos oriundos da Caixa Seguridade. Ou seja, os resultados não vieram da atividade bancária, mas sim da venda de parte do banco público.

Para o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região, a “cara de pau” de Bolsonaro não tem limites e essa declaração é mais uma de suas “fake news”, com intuito de fortalecer sua corrida eleitoral. No governo Lula houve erros inaceitáveis, como a compra do Banco PanAmericano em uma transação duvidosa, a fraude na Funcef, entre outros. No entanto, durante sua gestão, o ex-presidente expandiu os bancos públicos e não há motivos para depreciá-lo em relação à lucratividade da Caixa e ao papel público do banco.

A entidade também repudia a fala pejorativa e preconceituosa de Bolsonaro, a chamar o ex-presidente de “ladrão de nove dedos”. Fora, Bolsonaro! Não à privatização da Caixa!

 

Notícias Relacionadas

Sindicato reforça denuncia ao MPT sobre casos de assédio moral na Caixa

Caixa Econômica Federal 19/09/2022

Empregados da Caixa foram “convidados” a participar de desfile do 7 de setembro em Brasília em apoio ao governo Bolsonaro

Caixa Econômica Federal 12/09/2022

Caixa enrolou negociações durante 10 mesas

Caixa Econômica Federal 06/09/2022

Newsletter